The One Project

Publicado em 26/05/2013 por Matheus Cardoso como Espiritualidade, Igreja
Tags: , ,

The One Project [que pode ser traduzido como “Projeto O Único”] teve seu início em 2009, na época em que Japhet de Oliveira recebeu um diagnóstico de câncer. Segundo ele, esse foi um chamado ao despertamento espiritual. Oliveira é capelão para missões da Universidade Andrews, em Berrien Springs, Michigan (EUA).

Com a ameaça de uma doença que piorava, em 2010, Oliveira se reuniu com um grupo de amigos durante dois dias num hotel em Denver, Colorado. Ele e quatro pastores discutiram sobre questões essenciais da vida deles. Hoje, com o progresso do tratamento, Oliveira vê como o pequeno grupo cresceu e chegou a realizar encontros anuais de centenas de adventistas que buscam se reconectar com Jesus em sua adoração pessoal e coletiva.

O encontro de 2012 de The One Project aconteceu nos dias 13 e 14 de fevereiro e levou mais de 700 pessoas para Seattle (EUA) para conversar sobre a relevância prática do ministério de Jesus em sua própria vida, igrejas e comunidades. Oliveira espera que se crie um ambiente onde as pessoas possam olhar honestamente para as suas prioridades, analisar a essência do cristianismo e exaltar Jesus em sua teologia como adventistas do sétimo dia. Por isso, a chamada do projeto é: “Jesus. Tudo. Celebrando a supremacia de Jesus na Igreja Adventista do Sétimo Dia”.

Pastor Japhet de Oliveira

Para alguns, essa é uma oportunidade para desafiar e até mesmo questionar suas próprias crenças. “Estamos tentando criar um ambiente para mostrar que Jesus é o centro da nossa igreja e sempre foi”, declarou Oliveira. O principal interesse dele é apoiar aqueles que se sentem frustrados com a igreja. “Nós amamos nossa igreja. Eu realmente acredito que Deus chamou a Igreja Adventista do Sétimo Dia e estou cansado de perder pessoas quando trabalhamos tão duro para alcançá-las”, disse ele.

The One Project possui uma programação breve, mas que dedica muito tempo a discussões. Oliveira diz que o formato do evento surgiu de seu desejo de criar reuniões semelhantes às melhores conferências que ele assiste cada ano. Nessas reuniões, há um diálogo individual com as pessoas. Um pequeno palco é montado no meio de um salão de jantar, e os oradores falam durante no máximo 20 minutos. Depois disso, há 40 minutos de discussão nas mesas.

“Participo de muitos encontros e conferências e, sinceramente, a melhor parte é conversar com as pessoas durante o almoço”, afirmou Oliveira. “Não queríamos ter mais um evento cheio de programação durante o dia inteiro.”

Dinamarca, 2012

Dinamarca, 2012

Sam Leonor, capelão da Universidade La Sierra, destacou a reunião mundial da Igreja Adventista em 1888, que aconteceu em Minneapolis, Minnesota. Nesse importante evento, os líderes da igreja discutiram sobre a justificação pela fé. “A partir desse encontro em 1888, os adventistas ressurgiram focados em Jesus: crucificado, vivo e vindo novamente”, disse Leonor.

O Dr. David Kim, um médico de Atlanta, afirmou que The One Project surgiu “atrasado”. “Cresci numa cultura adventista legalista onde predominavam os três R’s: regras, regulamentos e rituais. Faltava o maior R do cristianismo: relacionamento com Jesus.”A reunião original em Denver, em julho de 2010, deu aos cinco pastores a oportunidade de se apoiar mutuamente e examinar o coração. Oliveira admite que havia “perdido o rumo”, focando o seu êxito no trabalho pastoral e não se importando o suficiente com a família e a saúde. “Lia a Bíblia apenas para preparar sermões”, confessou.

Os cinco participantes originais foram Japhet de Oliveira; Sam Leonor; Alex Bryan, pastor da Igreja da Universidade Walla Walla; Tim Gillespie, pastor de jovens na Igreja de Loma Linda; e Terry Swenson, capelão da Universidade de Loma Linda.“Foi uma conversa muito honesta”, disse Oliveira. “Houve choro e muita oração. Nós dissemos: Vamos fazer isso pelo menos uma vez por ano.”

A teóloga Kessia Bennett media debate em Seattle (2012)

A teóloga Kessia Bennett media debate em Seattle (2012)

O grupo concordou em se reunir anualmente para se concentrar em Jesus. Cada um convidou amigos para uma reunião semelhante, que aconteceu no ano seguinte, em Atlanta. Mais de 170 pessoas compareceram.

De acordo com Oliveira, os convidados, antes do evento, provavelmente não compreenderam o que ocorreria na reunião de Atlanta. Eles foram solicitados a ler os quatro evangelhos e o livro O desejado de todas as nações, de Ellen G. White. O convite foi simplesmente: “Vamos conversar durante dois dias sobre Jesus”.

Conheça o site oficial do projeto: http://the1project.org/.

Fonte: Adventist Mission

///

A edição brasileira de The One Project acontecerá nos dias 13 e 14 de outubro de 2014, na Nova Semente. Aguarde mais informações.