A fonte de reavivamento e reforma

Publicado em 20/02/2013 por Matheus Cardoso como Espiritualidade, Missão
Tags: ,

pray to jesus

O que era verdade nos tempos do Antigo Testamento também é verdade no Novo Testamento. O ato mais poderoso de Deus é o que Ele fez na Cruz e na ressurreição de Jesus. E o segredo do poder cristão é a constante repetição da história de Cristo. Falar sobre Jesus não é repetição vazia. O poder de Deus é desencadeado na vida de todos os que contam aos outros sobre o que Cristo fez por eles. Existe poder na constante recapitulação da história de Cristo.

É por isso que é tão essencial para a experiência cristã compartilhar nossa fé. Onde não existe repetição dos atos poderosos de Deus, não existe poder. Mas o testemunho do que Deus fez traz reavivamento e reforma. O poder da ressurreição torna uma religião formal em algo vivo e poderoso.

A geração atual não tem interesse numa religião fria, formal, legalista. E por que deveria ter interesse? Tal religião é enfadonha e sem vida. Ela suga as energias e cansa o espírito. O antídoto é se tornar parte do vivo e ativo poder de Deus recordando e recontando o que Deus fez: o que Ele fez nos tempos do Antigo Testamento, o que fez na Cruz e o que está fazendo em nossa própria experiência. O verdadeiro cristianismo nunca é entediante ou sem vida. O cristianismo real é cheio de incrível poder e entusiasmo. Não faz sentido nos contentarmos com menos. – Jon Paulien, John: The Beloved Gospel (Boise, ID: Pacific Press, 2003), p. 122-123; parcialmente em João: o evangelho amado, Lição da Escola Sabatina, 23 de março de 2004 (grifo nosso).